Nova Mancha na zona topográfica do baço.

Nova Mancha na zona topográfica do baço.

Caso prático de esplenopatia.

Mulher de 31 anos. Íris esquerda. No decorrer de 6 anos observamos, na sua íris esquerda, o desenvolvimento de uma Mancha na Zona Topográfica (ZT) do baço.

Nas fotografias que observamos, pode-se ver claramente a diferença existente na mesma íris. Podemos observar como, na mesma íris esquerda e no decorrer de 6 anos, desenvolveu-se um sinal de “Mancha” na ZT do baço.

Este facto informa-nos que se produziu uma alteração importante no transcurso destes anos, que levou ao aparecimento deste sinal iradiano com essas características nesta localização tão precisa.

Nas imagens ampliadas vemos melhor o detalhe da zona de formação da Mancha. Na foto de 2009 (antes de se desenvolver), na mesma localização já podemos observar que havia um princípio de acúmulo de pigmentação. Possivelmente já existia um motivo para isso que, com o passar dos anos, se foi ativando ou acentuando, o que levou ao desenvolvimento atual da Mancha.

(O resto da imagem da íris e a sua interpretação está reservada para cursos e materiais de estudo que iremos publicando).

Image
Image
marker

Mais informações sobre o baço na página 286 e nas figuras 1.14, 2.51, 3.3 e 3.7 do livro “Principios y fundamentos de la Iridología de Reflejo Múltiple

Outro artigo relacionado com o baço:
 A zona topográfica do baço.

Você pode ver mais relacionado às mudanças na íris, clicando na categoria de “Alterações nos sinais” ou casos “novo sinal Iridian“.

© Iridologia de Reflexo Múltiplo. Todos os direitos reservados. © Javier Echavarren Otín. 2017

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(http://infoiris.com.mialias.net/wp-content/uploads/2016/01/CS-bazo.jpg);background-size: initial;background-position: center center;background-attachment: initial;background-repeat: no-repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 500px;}