Coração

Coração

A zona topográfica de projeção das cardiopatias, está delimitada entre os 63º e os 104º, nas coroas nº 1, 2, 3, 4, 5 e 6.

As alterações mais graves, na maioria dos casos, projetam-se nas coroas nº 4 e nº 3. Com menor freqüência e gravidade nas coroas nº 2, nº 1, nº 5 e nº 6.

Exceto algumas alterações de difícil definição e da maior parte das alterações de válvulas que manifestam-se no íris direito; o resto das alterações projetam-se no íris esquerdo.

Logo a seguir apresentamos a forma de projeção das diversas alterações do coração:

 

Cajado da aorta

As alterações do cajado da aorta são projetadas entre os 62º e os 80º, na coroa nº 4, abrangendo parcialmente as coroas nº 3 e nº 5.

Projeta-se no íris esquerdo.

Na maior parte dos casos vão associados dois signos ou mais.

Os signos mais representativos são:

  • Alteração do colar.
  • Farol.
  • Rádio curto com origem no colar, um ou mais.
  • Lagoa virtual.
  • Mancha pequena ou mediana.
Image module

Ángor cardíaco

Projeta entre os 78º e os 96º nas coroas nº 3, nº 2 e nº 1.

Projeta-se, na maior parte dos casos, no íris esquerdo.

O signo mais representativo é:

  • Mancha muito pequena com pouca cor.
  • Rádio sem apoio interno, semelhante à cunha, signo ambíguo.
  • Cripta ambígua.
Image module

Apresentamos o caso de uma pessoa (uma mulher de 58 anos) que sofria de angina de peito com fortes dores apontar no coração. Sempre que ela tinha essas dores, ela estava exausta ao longo do dia.

Image module

© Iridologia de Reflexo Múltiplo. Todos os direitos reservados.

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(http://infoiris.com.mialias.net/wp-content/uploads/2013/04/CS-corazón.jpg);background-size: initial;background-position: center center;background-attachment: initial;background-repeat: no-repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 500px;}