Cuore

Cuore

A zona topográfica de projeção das cardiopatias, está delimitada entre os 63º e os 104º, nas coroas nº 1, 2, 3, 4, 5 e 6.

As alterações mais graves, na maioria dos casos, projetam-se nas coroas nº 4 e nº 3. Com menor freqüência e gravidade nas coroas nº 2, nº 1, nº 5 e nº 6.

Exceto algumas alterações de difícil definição e da maior parte das alterações de válvulas que manifestam-se no íris direito; o resto das alterações projetam-se no íris esquerdo.

Logo a seguir apresentamos a forma de projeção das diversas alterações do coração:

 

Cajado da aorta

As alterações do cajado da aorta são projetadas entre os 62º e os 80º, na coroa nº 4, abrangendo parcialmente as coroas nº 3 e nº 5.

Projeta-se no íris esquerdo.

Na maior parte dos casos vão associados dois signos ou mais.

Os signos mais representativos são:

  • Alteração do colar.
  • Farol.
  • Rádio curto com origem no colar, um ou mais.
  • Lagoa virtual.
  • Mancha pequena ou mediana.
Image module

Ángor cardíaco

Projeta entre os 78º e os 96º nas coroas nº 3, nº 2 e nº 1.

Projeta-se, na maior parte dos casos, no íris esquerdo.

O signo mais representativo é:

  • Mancha muito pequena com pouca cor.
  • Rádio sem apoio interno, semelhante à cunha, signo ambíguo.
  • Cripta ambígua.
Image module
Image module

© Iridologia de Reflexo Múltiplo. Todos os direitos reservados.

div#stuning-header .dfd-stuning-header-bg-container {background-image: url(http://infoiris.com.mialias.net/wp-content/uploads/2013/04/CS-corazón.jpg);background-size: initial;background-position: center center;background-attachment: initial;background-repeat: no-repeat;}#stuning-header div.page-title-inner {min-height: 500px;}